segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Celular ao volante,perigo constante


Uso do aparelho pode causar vários acidentes no trânsito

É grande o número de pessoas que usam o celular enquanto estão dirigindo nas grandes cidades brasileiras. Atender ou fazer ligações e enviar ou receber mensagens de texto através do aparelho pode causar graves acidentes de trânsito. Mesmo com a existência da lei que proíbe o uso do celular e prevê quatro pontos na carteira de habilitação, com multa de R$ 85,12, muitos condutores cometem a infração.
Em Brasília, uma pesquisa feita pelo Instituto de Segurança de Trânsito mostra que 60% do total de motoristas, cerca de 790 mil condutores, usam o celular enquanto dirigem, pelo menos, uma vez por dia. Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Detran), na capital federal, só no primeiro semestre deste ano, foram aplicadas 14 mil multas pelo uso indevido do aparelho.
O número pode ser considerado até pequeno em relação às 45 mil multas do ano passado, porém, especialistas afirmam que os flagrantes registrados estão longe da realidade. Em São Paulo, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), foram registradas 112.583 autuações por uso de celular ao volante, de janeiro a março deste ano, mas, em 2011, 461.159 veículos foram multados.
Estudos comprovam que o celular dispersa e rouba a atenção do motorista. Só para dar uma olhada rápida em uma mensagem de texto, é preciso desviar os olhos por 2 segundos da via. Esse tempo é suficiente para que um carro, a 60 quilômetros por hora (km/h), ande 34 metros.
O oftalmologista Virgílio Centurion, diretor do Instituto de Moléstias Oculares (IMO), em São Paulo, acrescenta que o motorista reage de forma mais lenta com o celular no ouvido. “Dificilmente olha para o retrovisor, assume uma trajetória errática na via e reduz ou ultrapassa a velocidade compatível com o tráfego.”
Além disso, o condutor pode facilmente avançar o sinal. “Acaba tendo dificuldades para trocar as marchas e simplesmente não vê as placas de sinalização no trânsito. Se essas são situações que podem desencadear acidentes, imagine o potencial de estrago da combinação delas”, alerta o médico. 
Para incentivar o motorista a não atender o celular enquanto dirige, o Governo Federal lançou, no começo do ano, um aplicativo chamado “Mãos no Volante”. Quem liga, recebe na hora uma mensagem de texto informando que a pessoa está dirigindo e que não pode atender. De acordo com o Ministério das Cidades, cerca de 46 mil pessoas em todo o Brasil já baixaram o aplicativo.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Antes de fazer um comentario no nosso blog tenha consciência de que o nosso blog não tem CONTATO COM PASTORES E BISPOS DA IURD.
Nosso blog é aberto para todas a opiniões.Mas não aceitamos comentarios com:
Insulto
Difamação
Preconceito contra o blog e a Igreja Universal do Reino de Deus
E tambem não aceitamos comentarios contra os Bispos e pastores da Igreja Universal do Reino de Deus.
Esses tipos de comentario não serão aceitos e serão DELETADOS DO BLOG.